Menu
Pensamentos

Se segurar para não chorar

Desde a nossa infância somos habituados a ouvir em vários momentos da nossa vida a seguinte expressão “segura esse choro” quando a nossa maior vontade é literalmente soltar o choro com berros de brinde. Que mal tem no choro? O que realmente faz as pessoas dizerem isso para nós, ainda quando éramos crianças? Será que se baseia no fato de que a pessoa não quer ouvir nosso choro, na tentativa de nos ensinar algo com aprender a segurar nossas emoções? Choramos porque estamos tristes, com raiva, com medo e o choro nada mais é do que uma expressão física do que está acontecendo dentro de nós. Mas será mesmo que a solução, seja para qual for a motivação de ouvirmos essa expressão, é segurar o choro?
Eu posso até estar errada, mas prefiro acreditar que estou certa de que segurar o choro nos maltrata com o tempo. Nós somos livres para manifestar nossas emoções quando estamos felizes e alegres, em qualquer tempo, agora porque seria errado chorar quando estamos mal? quando não estamos bem? quando a nossa única vontade, mesmo sem motivo é literalmente soltar o choro? Por várias vezes, eu mesma me peguei repetindo essa frase pra mim “Larissa, segura esse choro…” mas isso sinceramente só me fazia ficar com mais vontade de chorar, por vezes consegui segurar, mas eu precisava negar aquilo que estava sentindo no momento, meio que ignorando para aparentemente ficar intacta. 
O que isso me causou? Sendo bem sincera, nada de bom, é como se eu tivesse construído uma capa em cima de mim para não mostrar minhas fraquezas e vulnerabilidades que transmitem através do choro, não tenho mais tanta facilidade de chorar quando sinto que deveria, pois o meu cérebro foi acostumado, por mim mesma durante alguns anos a não chorar logo de cara, ou na frente das pessoas, porque precisava chorar escondido, o que foi me endurecendo e só choro quando as coisas não estao nada bem mesmo e já não aguento mais segurar isso dentro de mim.
Ouvir o choro de uma criança junto com berros enquanto uma mãe precisa se concentrar em fazer a lição da faculdade se torna praticamente impossível não resistir a vontade súbita de gritar para que ela pare de chorar e segure aquele choro. No momento parece ser saudável dizer isso porque era algo que atrapalharia mas infelizmente acostumamos a usar essa frase nãp só uma vez na vida, mas em todas as situações quando lhe parecem ser convenientes (quase todos os momentos). 
Acredito que ninguém deveria ser proibido de se expressar através do choro, mesmo quando para o outro parece ser algo bobo demais para receber aquele choro como resposta, mas sinceramente ninguém sabe o que o outro está sentindo realmente quando sente a necessidade de chorar e se expressar assim. Eu posso reagir de uma forma, mas você pode reagir de outra totalmente diferente e a verdade é que ninguém está errado em relação a chorar e deixar de chorar, mas cada um age como sente a necessidade. Eu por exemplo tenho mais facilidade em chorar quando estou com raiva, não sou a do tipo que explode, gritando, querendo quebrar um milhão de coisas tacando na parede, mas o choro não consigo resistir. Esse choro embora para os outros possa parecer algo sem sentido e bobo, para mim é a forma que libera aquela raiva, que expoe pra fora, de uma forma até saudável, aquilo que estou sentindo.
Não devemos segurar o choro, as emoções precisam ser expostas sim,
seria pior se guardássemos tudo pra gente e não mostrasse essa vulnerabilidade. Ao invés de dizer essa expressão, experimente tentar oferecer um sorvete, ou algo que a pessoa goste, aquela sensação ruim vai passar, sem que ela perceba, sem a pressao de segurar o choro como se isso fosse algo errado, entende?
Chorar faz bem, embora não queremos ver quem amamos sofrendo, isso libera a nossa mente de emoções ruins. O psiquiatra Victor Bigelli de Carvalho descreve da seguinte forma “Chorar tem a função de gerenciar o nosso estresse e fazer com que o corpo entre em homeostase, ou seja, sua situação de equilíbrio” (retirado desse texto do site Uol). 

Quando a gente se torna adulto, entendemos que a nossa saude mental tem grande prioridade, e o choro nos ajuda a mantê-la saudável. Segurar o choro portanto, não é a solução, pode na verdade ser o pior dos problemas a longo prazo na vida de uma pessoa.

Me acompanhe também no IG clicando aqui

Obrigada por ficar até aqui,
Com carinho, Lari.

No Comments

    Leave a Reply