Menu
reflexão

Momentos de pausa são necessários…

Ainda não chegamos exatamente na reta final do ano de 2022 mas minha mente já viajou na retrospectiva de como fora esse ano para mim. Não foi o ano mais produtivo posso afirmar com certeza, avaliando todo o meu trabalho com a internet talvez eu não estive tão presente como gostaria, não escrevi tanto como fiz nos outros anos mas uma coisa boa aprendi nesse tempo: é que momentos de pausa são necessários em nossa vida.

Sim. Parar nem sempre é confortável e isso mexe muito com o nosso psicológico de forma geral. Ficar sem fazer “nada”por um certo período de tempo parece ser inadmissível. É quase que uma ofensa você dizer que precisou de um tempo para refletir sobre as coisas, ou que precisa descansar e ter algumas pausas durante sua jornada. Eu te entendo bem se estiver passando por isso enquanto está lendo esse post, porque foi exatamente isso que eu precisei enfrentar ao longo desse ano.

Para alguns foi falta de constância, mas para mim foi libertador ter esses momentos pra mim. Falo em relação ao blog entretanto apesar de ter dado várias pausas, não deixei de escrever por completo. Todos os meses, não com tanta frequência, mas eu me esforçava para estar aqui presente com vocês, mas a verdade é que embora eu pudesse ter feito mais, essas pausas foram cruciais para o momento da minha vida que estou vivenciando.

Tudo o que escrevo vem do meu coração e para isso é importante ter tudo muito bem organizado aqui dentro. E pra ser bem sincera as coisas não estavam lá essas coisas. Havia uma bagunça interna aqui dentro e eu precisava me organizar, ainda que aos poucos, para prosseguir adiante. Sabe? Ao contrário do que possa pensar, ainda não resolvi essas questões por completo mas sinto a necessidade de compartilhar isso aqui com vocês.

Ao longo dos anos, perdemos partes de nós que um dia deverão ser encontradas novamente para que possamos seguir em frente ou retornar o caminho do qual perdemos, entende? E se eu pudesse definir como foram essas pausas dentro da minha vida pessoal poderia dizer com convicção que elas me ajudaram a resgatar partes de mim que estavam quase indo em bora por água abaixo. Pra mim não é vergonha nenhuma dizer isso até mesmo porque quando a gente foca muito em algo sem se preocupar tanto com o que está aqui dentro, a gente se perde no meio do caminho, não no sentido ruim da coisa, mas de não ter mais tanta clareza sobre nossos sonhos, planos, objetivos e etc.

Leia também: Até que ponto devemos expor a nossa vida

Não colocar um peso sobre mim de que eu teria que escrever a qualquer custo e tirar esses momentos de pausa me ajudou a me conectar de volta com a escrita pra mim mesma, que consiste em escrever sobre qualquer coisa em um caderno ou bloco de notas, sem esperar que alguém vá ler aquilo. E não só isso como me conectar também com a Larissa de antigamente, com os sonhos que talvez tenha deixado para trás no decorrer da jornada e com meus questionamentos internos.

Não significa que escrever aqui no blog é um peso pra mim, pelo contrário, amo o que faço, mas isso de certa forma me ajudou a focar mais naquilo que eu precisava antes de querer compartilhar tanta coisa por aqui sem estar com as coisas bem resolvidas, entende?

O alívio para a alma é descansar em Deus, só Ele nos proporciona o verdadeiro relaxamento!

Marianna Moreno

Não sei se está fazendo sentido para você, mas o meu convite hoje para você é: tire alguns momentos de pausa. Se desapegue. Faça mais por amor não por obrigação. Relaxe. Descanse. Cuida de você. E tenha a plena certeza de que isso irá frutificar muito na sua vida, em todas as áreas.

Quando eu parei, percebi o quão necessário é tirar tempo para si mesma, sem se cobrar tanto, e descobri que isso é maravilhoso e libertador.

Se esse texto fez sentido para você, me conta nos comentários e fique a vontade também para compartilhar o que você pensa sobre esse assunto. Me acompanhe também no instagram que é @larissabuenoc para mais reflexões.

Compartilhe com quem você gosta,

Com carinho, Lari.

Sem comentários

    Deixe um comentário